me encontro nas relações. 

me surpreendo com os encontros. 

das veias que se tornam fluxos 

de papel

que se tornam raízes 

e fios condutores do meu fazer. 

 

pilares de um

processo que só se faz com

tempo que pede a

observação que guia o

movimento que 

forma

emoção.

Anna Janot é artista visual e designer gráfica carioca. Desde 2015 desenvolve trabalhos em colagem analógica abordando temáticas diversas. Através da percepção das formas e dos acasos, a artista explora em sua poética, relações e contrastes, visuais e conceituais, abordando diferentes questões pessoais e sociais.

 

Em 2020 adentrou na Coletiva Feromônia, que através da arte promove um debate plural sobre erotismo; e em 2021 se tornou membro da Sociedade Brasileira de Colagem.